26 de junho de 2012

15 de junho de 2012

Tempo para pensar?


Está no fim esta semaninha curta de estudo para os exames que se avizinham. Confesso que pouco estudei, não fosse a quantidade de trabalho que tenho com o projecto, mas tudo se resolve, nem que seja em época de recurso.
Entretanto têm havido outros assuntos que me apoquentam, como por exemplo a escolha de um mestrado. O meu percurso escolar está a ser no mínimo heterogéneo, embora sempre na área das ciências. Depois do curso profissional em análises químicas passei para um curso que se chama química aplicada mas que de química pouco tem do meio para a frente (ano de especialização em biotecnologia). Já estou na terceira cadeira de genética, e confesso, gosto da área mas penso que nunca me irei adaptar à linguagem que os docentes e investigadores do Departamento de Ciências da Vida utiliza… Nem eu acho que eles percebem que essa é uma das maiores dificuldades na compreensão dos temas das aulas deles, por parte dos “químicos”.

O que seguir em mestrado? Pergunto eu. Tenho relativamente poucas hipóteses, e dou uma especial preferência pelos cursos da “casa”. São eles Bioquímica e Biotecnologia, as hipóteses que mais me agradam. Noutras faculdades são também Bioquímica e Biotecnologia, mas também Química, no IST e na FCUL.
Aqui ficam umas tabelas para melhorar comparar os cursos:

Saídas Profissionais (segundo FCT UNL)
“Os estudantes formados no Mestrado em Biotecnologia serão capazes de responder aos desafios colocados por um sector em grande desenvolvimento, a nível internacional e internacional, e intimamente ligado à explosiva expansão do conhecimento na Biologia Molecular, estabelecendo a ligação entre as actividades industriais e comerciais e a Ciência produzida nos laboratórios.
A versatilidade da sua formação proporcionará aos Mestres em Biotecnologia saídas profissionais em variados sectores, tanto industriais como de serviços, desde as indústrias farmacêutica e química à veterinária e agricultura, abrangendo as áreas de investigação e desenvolvimento tecnológico, produção, controlo de qualidade, regulamentação, transferência de tecnologia, serviços comerciais e  gestão”

Saídas Profissionais (IST)
“O Mestrado em Biotecnologia prepara profissionais altamente habilitados para desenvolver actividades no muito dinâmico e transdisciplinar domínio da Biotecnologia, nomeadamente em empresas de biotecnologia com uma elevada componente de inovação, nas industrias agro-alimentar e farmacêutica, nas áreas ambiental e biomédica. Prepara ainda os estudantes para ingressarem em programas de doutoramento de elevada qualidade e para vir a desenvolver investigação de nível internacional.”

O que nos têm a dizer das saídas profissionais de bioquímica?
“Ensino Superior e Investigação em Bioquímica e Biofísica
Investigação e Desenvolvimento (I&D) em Biotecnologia
Investigação e Desenvolvimento (I&D) na Indústria Farmacêutica
Laboratórios de Saúde Pública, Institutos de Investigação Médica
Outras carreiras – Jornalismo em revistas especializadas, Organismos e Comissões Reguladoras.”

Estas são as hipóteses que mais considero para a minha decisão… Que em breve tomarei.

9 de junho de 2012

Fim das aulas

Acabaram as aulas da minha licenciatura.
Acabou.
Agora faltam exames e entregar e apresentar o projecto.

Anyway, fica aqui uma coisa rara, um video: