31 de julho de 2012

O Fim

Saiu hoje a minha última nota, e concluí assim a licenciatura.
Foram 3 anos muitíssimo intensos, com muito stress mas também muito felizes. Aprendi muito, e sinto-me mais pequeno agora com o conhecimento que tenho do que antes de entrar para a faculdade: agora vejo que ainda há muito para descobrir, para aprender.

Obrigado a todos os que me acompanharam, que me ajudaram, apoiaram e partilharam este gosto pelo conhecimento.

Foi uma experiência que nunca mais me irei esquecer. Finalmente cumpri um sonho. E assim será daqui em diante, um sonho de cada vez.

E é também com este post que me despeço do blog "A vida de um universitário". Tudo começou com um post com o título "O Início", agora termina com "O Fim".




P.S.: Caso queiram continuar a seguir o meu trabalho visitem http://spreadingchemistry.wordpress.com/, o meu site/blog, e o meu perfil em http://pt.linkedin.com/in/vascoribeirosintra.

24 de julho de 2012

Projecto

Ontem foi a apresentação do meu projecto final. Correu muito bem, confesso que até melhor que esperava. Sou tão nervoso, uma camisa nova foi logo para lavar qual não era a quantidade de água que escorria de mim, pergunto-me se não desidratei naquela hora.
Fiquei com uma excelente nota, 19 valores, no entanto os elogios souberam-me melhor! Estou muito contente com a minha nota, longe de mim ficar aborrecido com algo tão bom, mas saber que fui compreendido e apreciado é algo que não tem preço ou classificação.
Obrigado.

26 de junho de 2012

15 de junho de 2012

Tempo para pensar?


Está no fim esta semaninha curta de estudo para os exames que se avizinham. Confesso que pouco estudei, não fosse a quantidade de trabalho que tenho com o projecto, mas tudo se resolve, nem que seja em época de recurso.
Entretanto têm havido outros assuntos que me apoquentam, como por exemplo a escolha de um mestrado. O meu percurso escolar está a ser no mínimo heterogéneo, embora sempre na área das ciências. Depois do curso profissional em análises químicas passei para um curso que se chama química aplicada mas que de química pouco tem do meio para a frente (ano de especialização em biotecnologia). Já estou na terceira cadeira de genética, e confesso, gosto da área mas penso que nunca me irei adaptar à linguagem que os docentes e investigadores do Departamento de Ciências da Vida utiliza… Nem eu acho que eles percebem que essa é uma das maiores dificuldades na compreensão dos temas das aulas deles, por parte dos “químicos”.

O que seguir em mestrado? Pergunto eu. Tenho relativamente poucas hipóteses, e dou uma especial preferência pelos cursos da “casa”. São eles Bioquímica e Biotecnologia, as hipóteses que mais me agradam. Noutras faculdades são também Bioquímica e Biotecnologia, mas também Química, no IST e na FCUL.
Aqui ficam umas tabelas para melhorar comparar os cursos:

Saídas Profissionais (segundo FCT UNL)
“Os estudantes formados no Mestrado em Biotecnologia serão capazes de responder aos desafios colocados por um sector em grande desenvolvimento, a nível internacional e internacional, e intimamente ligado à explosiva expansão do conhecimento na Biologia Molecular, estabelecendo a ligação entre as actividades industriais e comerciais e a Ciência produzida nos laboratórios.
A versatilidade da sua formação proporcionará aos Mestres em Biotecnologia saídas profissionais em variados sectores, tanto industriais como de serviços, desde as indústrias farmacêutica e química à veterinária e agricultura, abrangendo as áreas de investigação e desenvolvimento tecnológico, produção, controlo de qualidade, regulamentação, transferência de tecnologia, serviços comerciais e  gestão”

Saídas Profissionais (IST)
“O Mestrado em Biotecnologia prepara profissionais altamente habilitados para desenvolver actividades no muito dinâmico e transdisciplinar domínio da Biotecnologia, nomeadamente em empresas de biotecnologia com uma elevada componente de inovação, nas industrias agro-alimentar e farmacêutica, nas áreas ambiental e biomédica. Prepara ainda os estudantes para ingressarem em programas de doutoramento de elevada qualidade e para vir a desenvolver investigação de nível internacional.”

O que nos têm a dizer das saídas profissionais de bioquímica?
“Ensino Superior e Investigação em Bioquímica e Biofísica
Investigação e Desenvolvimento (I&D) em Biotecnologia
Investigação e Desenvolvimento (I&D) na Indústria Farmacêutica
Laboratórios de Saúde Pública, Institutos de Investigação Médica
Outras carreiras – Jornalismo em revistas especializadas, Organismos e Comissões Reguladoras.”

Estas são as hipóteses que mais considero para a minha decisão… Que em breve tomarei.

9 de junho de 2012

Fim das aulas

Acabaram as aulas da minha licenciatura.
Acabou.
Agora faltam exames e entregar e apresentar o projecto.

Anyway, fica aqui uma coisa rara, um video:

26 de maio de 2012

Bênção das Pastas

Hoje foi o grande dia da bênção das pastas, o dia que marca o fim da licenciatura (um pouco antes do fim na realidade).


Estou cansado e feliz. Um muito obrigado a todos os que me escreveram e/ou desejaram parabéns pelo fim deste ciclo, foram 3 anos de muito esforço e dedicação tornados mais fáceis na vossa companhia meus amigos.
Obrigado.



20 de maio de 2012

O fim a chegar

Aqui estou eu uma vez mais, depois de muito tempo desaparecido.
Estou doente, com muito trabalho em todo o lado, seja no hiper ou na faculdade. Mas não estou infeliz, antes pelo contrário, a ocupação dá-me alento.

Adoeci há 3 dias devido à minha estupidez. Não consultei o safety sheet de um químico que uso correntemente em solução no laboratório e descobri da pior maneira o seu poder na forma de pó. Aprendi a importância da segurança em laboratório no 1º ano (ou até antes), e sinto que o castigo por me ter esquecido é bem merecido e felizmente que não foi pior.

Faltam apenas duas semanas para terminar o projecto de fim de curso (a parte prática), e pouco mais para terminarem as aulas. Tenho muito a escrever e a estudar ainda, o que assusta um pouco. Tudo acontece nas "extremidades" dos semestres.

Sexta passada estava cheio de febre na minha ultima aula de Tecnologia de Enzimas, mas sem duvida que penso que valeu a pena cada minuto daquelas 4 horas (embora ache que transparecesse o contrário devido aos meus espirros e tosse incessante, e calafrios numa sala que devia estar a uns 30ºC). Aprendemos a usar algumas ferramentas bioinformárticas como a UniProt, PDB, Swiss-Model e PyMOL. Com isto aprendemos a construir modelos 3D de proteínas de determinado organismo pouco estudado, com base num modelo de proteínas similares cuja estrutura já é bem conhecida.
Com este recente conhecimento consegui facilmente chegar à estrutura da proteína que estou a estudar no meu projecto, o factor de transcrição PerR, envolvido na resposta ao stress oxidativo.

Ainda há muito para estudar e aprender, ainda muito vai acontecer até terminar o semestre... E a Vida de Um Universitário chegará ao fim!

 Modelo conhecido (a azul), sobreposto com a estrutura anteriormente desconhecida da PerR que estou a estudar (a verde)

Modelo da PerR que estou a estudar

19 de março de 2012

Noticias 6ºSemestre

Olá, eu sei que ando desaparecido, mas não temam! Nada de mal me aconteceu, eu é que tenho um misto de preguiça e muito trabalho na faculdade que me roubam tempo para escrever.
E falando em escrever e em tempo, preciso de uns dias para escrever as fitas de fim de curso que estou a receber diariamente! Eu pensei que isto ia ser muito giro dar e receber as fitas com as dedicatória mas esqueci-me que também havia de escrever!!! Não me interpretem mal, é (ou vai ser) um prazer escrever as fitas para os especiais que me rodeiam, embora seja uma carga de trabalho pensar em algo, escrever e passar a limpo.

Adiante, amanha é terça, dia de projecto desde manhã cedinho até às tantas (hope not). Tem sido uma experiência muito interessante, embora terrivelmente cansativa.
Apesar de eu estar num curso de química, neste último ano as cadeiras são mais viradas à vertente bioquímica e genética, o que me está a trazer algum desconforto. É agonizante sair da "concha da química" em que me refugio desde o meu curso profissional, e talvez seja isso mesmo, a saída da zona de conforto, que me está a causar tanto sofrimento.
Quem me ler pensará que estou infeliz, o que não é o correcto. Eu estou muito contente por estar a terminar o meu curso, e gosto de bioquímica e genética (confesso que gosto mais na teoria que no laboratório), mas dou por mim muitas vezes a pensar se tomei a decisão correcta na escolha do curso.
Decidi arriscar, parece que me acomodei a uma ideia, falsa como é óbvio, não fosse a minha falta de conhecimento da estrutura do curso no seu todo talvez me sentisse melhor agora. Azar, talvez o corrija na pós-graduação, talvez me agrade seguir a bioquímica, só no final deste semestre o saberei...


23 de janeiro de 2012



Aqui estou eu de volta após uma grande pausa que incluiu férias e exames de época normal. Infelizmente terei de repetir um exame pois não tive a melhor sorte no primeiro, mas vou com a certeza que tudo irá correr bem.
E o último semestre aproxima-se, com as suas 3 cadeiras e 1 projeto do qual gostaria imenso de falar mas que para já não o posso revelar.

Até agora posso dizer que estes três anos estão a ser fantásticos e provavelmente entre os melhores da minha vida. Tenho pensado imenso nisto ultimamente. Nunca cresci tanto como na faculdade, não só intelectualmente mas também pessoalmente. Conheci pessoas fascinantes, fiz amigos de quem gosto muito e espero sinceramente nunca vir a perder o contacto com eles depois de terminada a faculdade. Penso que o que relatei nestas curtas frases são o mais importante que me aconteceu nestes anos, acreditem, muito mais do que me estar a formar.